Entre dois muros

Recentemente a Prefeitura de São João da Boa Vista, por iniciativa do Sr. Prefeito, decidiu “remodelar” o muro frontal do cemitério São João Batista. O cemitério, possui alguns elementos tombados na esfera municipal pelo CONDEPHIC (Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Cultural e Ambiental de São João da Boa Vista), inclusive o tal muro.


Muro frontal

Segundo relatos de funcionários da EMURVI, a obra iria descaracterizar totalmente o muro, uma das poucas construções do século 18 ainda de pé na cidade, trocando o seu reboco e aplicando uma pintura com a cor laranja, coincidentemente a cor da atual administração. Após a obra ser embargada por iniciativa popular, o projeto finalmente chegou, já amenizado, a uma reunião do CONDEPHIC. O prefeito propunha então, algumas mudanças mais sutis, como a pintura em tons de verde ou marrom. Após uma análise histórica, optou-se pela manutenção das cores atuais: caiação com branco e portões na cor azul real. Em todo esse processo foi gasto perto de R$ 70.000 de dinheiro público, para realizar uma obra mal planejada que acabou voltando ao ponto de onde havia começado.

Mas, infelizmente, o Sr. Prefeito, assim como a maioria dos nossos políticos brasileiros pensa a curto prazo, mais precisamente nas próximas eleições. E o muro novo, lhe traria benefícios políticos, mesmo não sendo apto a se candidatar novamente. Enquanto isso existe um problema realmente grave com o muro do cemitério, mas não com o muro da frente, e sim, com o dos fundos.

Muro na rua de trás:

Um muro que visivelmente não protege os túmulos de vândalos, da entrada de usuários de drogas e de pessoas mal intencionadas, que por meio da rua de trás do cemitério, tem fácil acesso a ele, a qualquer hora do dia ou da noite. Essa sim seria uma obra prioritária para o cemitério, mas lembrem-se, passa muito mais gente na rua da frente do que na rua de trás. Pior para todos.


Exibir mapa ampliado

Uma ideia sobre “Entre dois muros

  1. Ana Paula Ferreira Rinaldi

    Desclulpem-me mas há alguns dias postei uma mensagem neste espaço em que a rua que eu queria mencionar sair errada, o correto é Rua Esmeralda. Quando vc está descendo pela Rua 14 de Julho vc entra na Rua Esmeralda, uma antes da agência do Bradesco e vai encontrar o início do muro de trás do cemitério. Ali, no início mesmo os ” encontros ” são frequentes. Mas cuidado, a rua é contra mão para seguir até o fim da mesma, tendo que dar a volta. Abraços e Grata pela atenção.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.